quarta-feira, 24 de abril de 2013

Universidades espanholas - Como funciona a UIB (Parte 2)

Um pouco atrasada, mas continuando o post passado sobre a universidade onde estudo. Aqui vamos nós...

Departamento onde tenho aulas, Guillem Cifre de Colonya.





Em termos de estrutura:

1 - Universidade em geral.
É bem grande! Mas acredito que seja menor que a minha universidade do Brasil. Os prédios são bem novos e possuem uma instalação bem bonita e conservada. Possui alguns bancos como o Santander, La Caixa, Sa Nostra. Tem um campo esportivo muito legal, do qual eu já falei e mostrei um pouco nesse post.


Meu departamento é inteirinho assim, todos os corredores são desse jeito, com brancos e parte das paredes em madeira.


2 - Salas de aula, o conforto que nunca mais terei numa sala de aula quando voltar para o Brasil.
As salas de aula aqui são tão absurdamente superiores que dá até vergonha comparar. Existem dois tipos de salas. Salas com mesas individuais e cadeiras acolchoadas com couro para cada aluno e salas com mesas compridas e interligadas entre si em uma espécie de auditório onde as filas de assentos ficam em níveis diferentes de altura. As cadeiras dessa última sala são dobráveis, por assim dizer, como as de auditório, mas são de madeira. 


Essa é para vocês verem mais ou menos como são as carteiras.


O que eu acho mais legal da sala aqui é o fato de que algumas delas têm janelas enormes de onde você pode ver o lado de fora do prédio. Na verdade, não apenas as salas de aula, mas alguns corredores, a lanchonete e outros ambientes. E como a paisagem que se enxerga da ilha vista da UIB é linda, se torna mais prazeroso e inspirador estudar. rsrsrs

Nessa foto, reparem nas janelas. Vemos as montanhas ao redor da ilha! E não, a sala não é escura assim! Foi a foto.






3 - A xérox dos sonhos de qualquer um.
Bem, não posso falar por todas as xérox do campus, mas posso falar pela do meu departamento e do departamento de direito. Elas são basicamente papelarias e você encontra de tudo lá. Sem contar que o sistema de impressão deles é muito mais rápido, 500 páginas em 2 minutos... 
Creio que isso era algo que deveria ter comentado ao falar da metodologia da universidade, mas não sei se isso ocorre em todos os cursos. O fato é que o material que usamos para estudar para as provas são feitos pelos professores. Eles produzem uma espécie de livro ou apostila, como queiram, e disponibilizam esse material, assim como todos os slides das aulas no sistema online da universidade (explicarei sobre o sistema da UIB no próximo post).
Então, para imprimir o que quer que seja, você deve ir na sala de informática do seu departamento, logar-se no computador com seu usuário e senha do sistema UIB e depois de logado com seu usuário qualquer documento que você quiser imprimir fica registrado na sua "conta" universitária. Então você leva a sua carteirinha de estudante na xérox, pede para imprimir e com a sua carteirinha ela tem acesso a todos os documentos que você solicitou a impressão no computador. Uma coisa linda de se ver a eficiência. 
Não é tão barato, mas vale muito a pena. E você pode também encadernar suas apostilas com todo tipo de capa e arame. 

4 - Biblioteca e sala de informática.
A biblioteca do meu departamento é bem pequena, mas existem bibliotecas em todos os departamentos, então. Nunca tive problemas para encontrar um livro que precisava. O sistema é basicamente aquele que acredito ser o mesmo em todas as universidades. Você entra no sistema online da biblioteca da universidade e procura a referência do livro nas estantes para encontrá-lo. Depois é só mostrar para a bibliotecária, que registra e desmagnetiza os livros para que você possa levá-lo. 
O prazo para ficar com um livro são 7 dias e você pode levar até 5 livros. Se passados mais 7 dias que você levou o livro e não devolveu, você receberá um aviso no seu e-mail. E ficará recebendo frequentemente até que o livro seja devolvido. Mas aqui você não paga multa nenhuma por atraso e na devolução basta colocar o livro no balcão e eles dão baixa sem lhe pedir nenhum dado. 






A sala de informática do meu departamento tem uma porção (uns 25 ou 30) de computadores novos e em ótimo estado, todos funcionando perfeitamente! Em alguns horários ela é usada para aulas, mas quando não está em uso por nenhum professor fica livre para os alunos usarem o tempo que quiserem e acessarem o site que quiserem. Sim, nada de restrições quanto às redes sociais e etc. 

5 - Alimentação no campus.
Existem lanchonetes em todos os departamentos, dentro deles. Lanchonetes de verdade, com garçons fardados e com bloquinho na mão para anotar seu pedido. Funciona como um restaurante, na verdade. Pois todos os dias existe um menu de almoço especial por um preço e alguns pratos de massas e etc. Bolos, tortas, salgados, sanduíches (bocadillos deliciosos), cafés, saladas, alguns pratos mais típicos daqui e etc. Além disso, por todo campus, você pode comprar bebidas, café, petiscos, chocolates em máquinas. 
Outra coisa interessante a ser citada, eles vendem cerveja livremente dentro do campus. Sem problema nenhum! E eu nunca vi ninguém bêbado.



Sobre os professores:

1 - Eles sabem seu nome!
É isso mesmo! Eles sabem o nome de todo mundo da sala. Pelo menos os meus professores sabem. Não se iluda em pensar que passa despercebido.

2 - Eles são acessíveis.
Fale com eles sempre e quando necessitar pois eles mostram total disponibilidade para ouvir o aluno e ajudá-lo com seus problemas. Claro que eu não posso fazer dessa uma regra geral e mesmo que eu fizesse, todo regra tem sua exceção. O que quero dizer com isso é que seus e-mail serão respondidos sempre o quanto antes, você pode marcar uma tutoria com o professor para esclarecer suas dúvidas a qualquer momento que queira e o professor esteja disponível (a disponibilidade deles aqui é amplamente maior pois eles não se metem em um milhão de projetos e trabalhos de uma vez como fazem nosso professores do Brasil).

3 - São muito mais dinâmicos.
Acho que já comentei um pouco disso no post passado, mas vou falar aqui novamente de forma resumida. Não sei exatamente o motivo e não sei como explicar, mas a forma com a qual eles ensinam e muito mais interessante e incita muito mais o aluno a discutir, a participar da aula, a desenvolver o pensamento crítico e a questionar tudo o que lhe rodeia. Eles fazem com que você vá ao fundo da sua racionalização sobre qualquer problema exposto.




4 - São muito mais compromissados e denotam muito mais interesse nos alunos.
Esse é um ponto um pouco difícil de explicar sem fazer com que pareça que os professores do Brasil não são bons professores. Posso resumir esse ponto dizendo apenas que eles se mostram bem mais preocupados com nosso aprendizado e nossa evolução profissional e pessoal. Eles não dão aula como se fosse uma obrigação, eles a dão de uma forma que te faz realmente pensar que eles estão ali para você aprender. Como eu disse, é difícil explicar. Eu me sinto assistida o tempo inteiro, todos os dias, em todas as atividades que desenvolvo. Um trabalho que eles passam não é um trabalho que eles explicam pra você como será no dia da aula e 5 dias depois você tem que entregar. Eles passam o trabalho, dizem o que será avaliado, abrem fóruns no sistema da universidade para discutir sobre ele, se dispõem a fazer tutorias para revisar o que você já fez e fazer uma correção inicial, te direcionar, e te dão prazos de até meses para entrega. Porque eles querem aquilo bem feito. Por toda essa assistência, os trabalhos também são corrigidos muito mais criteriosamente.





5 - Intimidade professor-aluno.
Os professores são amáveis, compreensíveis, engraçados, simpáticos e muito socializáveis. MAS... A relação é essa e um professor não invade a privacidade do aluno e vice-versa. Você não fica sabendo sobre a vida pessoal dele e ele não fica sabendo da sua. É simples assim... 



Queria esclarecer uma coisa sobre o que falei no post passado sobre os seminários. Aqui existem atividades como os seminários que fazemos no Brasil e eles também se chamam seminários. Só que nem todo seminário será aquele no qual você tem que estudar um assunto para apresentar na frente da sala, ele pode ser só uma atividade em grupo na sala ou outra coisa. Como disse pra vocês, ainda hoje não sei definir bem o que seriam os seminários e talleres que acontecem nas universidades daqui.

Espero que tenha ajudado a esclarecer algumas coisas. Lembrando que tudo o que disse é referente à minha universidade, ao seu sistema de ensino e aos seus professores. Qualquer diferença com outras universidades é compreensível e esperada.

Infelizmente o post ficou com poucas fotos, porque eu fico receosa em tirar fotos dos ambientes internos da universidade, andar com uma câmera fotografando tudo lá dentro e tudo o mais. Mas prometo tomar coragem qualquer dia desses, talvez na sexta, daí atualizo o post com mais fotos pra vocês terem uma noção.

Hasta pronto o/

4 comentários:

  1. Ola!!! seu blog é maravilhoso amei sucesso; Deus seja contigo
    já estou te seguindo. (OBRIGADO PELA VISITA)
    Curta e participe do meu blog e fan page.
    Twitter: https://twitter.com/
    Instagram: http://instagram.com/nequerenreis
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Fan Pag: https://www.facebook.com/pages/Batom-Vermelho/490453494347852?fref=ts

    ResponderExcluir
  2. Oi!! Adorei seu Blog e já favoritei no meu! Sou recém CsF e seu blog me ajudou muito tirando muitas das minha dúvidas!! Em setembro estou indo morar em Granada! Sucesso e que Deus te abençõe! =)

    ResponderExcluir
  3. Ola Flavia, acabo de chegar em Palma e gostaria de algum contato seu para retirar algumas duvidas sobre a UIB e Palma, vou ficar por um ano aqui fazendo parte de meu doutorado na UIB. Sou da Enf da USP-RP.

    beijos e obrigada, seu blog é muito bom!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Flávia, tudo bem?
    Gostei muito do seu blog, as histórias são ótimas! Também fui intercambista, e me identifiquei com muitas coisas que você contou =)
    Tenho um site que reune blogs de intercambistas, se chama “Intercâmbio Blog”. Seria muito legal se você divulgasse seu blog lá! É de graça, na verdade fiz para ajudar futuros intercambistas a encontrar todos os blogs da cidade/país de destino em um só lugar.
    É só acessar www.intercambioblog.com.br e adicionar o link do seu blog.
    Por favor, participe! Com certeza muitas outras pessoas também vão gostar de saber sobre a sua experiência =)
    Bjs, Gabi.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...