sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Processo de Implementação da Bolsa

Pra deixar um pouco mais de lado o estresse que eu tenho vivido nos últimos dias (tudo acontecendo diferente do que eu planejei) resolvi falar sobre algo que tenho protelado muito em escrever sobre, o processo de implementação da bolsa de estudos do CNPq. 
Falar sobre isso é algo chato até pra mim, imagine para quem possivelmente possa estar lendo e pouco se importa com como eu vou parar na Espanha daqui uns meses. Opaaa, daqui uns meses, não! SÓ FALTAM 15 DIAS!!! Eu estou bem ansiosa pra começar a aventura por lá e ter coisas mais legais para contar.
Mas vocês acreditam que, sempre que leio um blog de intercâmbio ou vejo um vlog de intercâmbio, minha parte preferida é a parte antes da viagem e a parte dos dois primeiros meses depois que o intercâmbio começa? Eu não faço idéia do porquê!
Deixando de enrolação... O processo de implementação da bolsa é algo bem simples. Quem leu meu post falando sobre o CsF e o processo seletivo viu que o CNPq me enviou um e-mail dizendo que eu havia sido selecionada. Neste e-mail havia um link que eu deveria acessar, preencher alguns dados e clicar no "enviar" para que ele fosse recebido pelo sistema do CNPq. 
Como eu disse, é bem simples... Alguns campos do formulário já vêm preenchidos, então basta você completar os outros poucos que faltam. Basicamente, os dados que você tem que preencher são: o nome do seu representante legal com o CPF dele (seu representante legal deve estar "inscrito/cadastrado" na Plataforma Lattes, obrigatoriamente") e os seus dados bancários para que eles possam depositar as primeiras quantias antes de você viajar. Aaaah, lembrando que você não pode ter outra bolsa. Se você tem projeto de pesquisa, ele será cancelado assim que sua bolsa de intercâmbio for implementada.
Após preencher o formulário e enviá-lo, sua carta de benefícios - aquela que contém o detalhamento dos benefícios da bolsa - será enviada para o seu e-mail. Isso, é claro, depois de vários dias de angústia e espera pela assinatura digital ou sei lá o que de algum poderoso que não sei o nome e aprovação da bolsa pelos importantes lá do CNPq. rsrsrsrs
Mais tarde, essa carta de benefícios vem para você pelo correio... A original, com assinatura manuscrita de um "senhor" que trabalha da SEBIE. Não sei o que SEBIE significa, mas eles são responsáveis pelos benefícios da bolsa e nos foram muito úteis em tirar nossas dúvidas sobre tais benefícios...
Seu nome, após sua bolsa ser implementada, sairá no Diário Oficial da União e em três dias úteis o dinheiro cairá na sua conta... Tchanaaaaam.... Depois disso é só ficar feliz, achar que está rica por uma semana e depois perceber que o dinheiro não é tanto assim e que ele vai ser devorado pelo câmbio em ascenção do euro devido à essa "bendita" crise...
O dinheiro inicialmente depositado é referente ao dinheiro da sua passagem de ida para o país de destino, o seguro saúde, três meses de mensalidade, uma taxa até que generosa de auxílio instalação para os seus primeiros dias lá e a taxa de bancada (dinheiro para a compra de um notebook, tablet ou material didático)...
Desses valores, você tem que prestar conta da taxa de bancada e do dinheiro da passagem. O resto você gasta como bem entender... Após chegar no país de destino, você deve realizar a abertura de uma conta em um banco de lá e reenviar seus dados bancários pro CNPq, no site da Plataforma Carlos Chagas. A partir daí, o dinheiro da sua bolsa cairá diretamente na sua conta do exterior...
E é isso... Espero que quem leia isso aqui se acostume com o fato de que eu falo demais da conta!
Hasta pronto o/

4 comentários:

  1. Mas você recebeu esse e-mai faltando apenas 15 dias para a viagem? ou recebeu antes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, não... Recebi o e-mail bem antes... Com mais de um mês de antecedência...

      Excluir
  2. Fiquei com uma dúvida, quem seria esse representante legal?
    Meu pai? Ele teria que se inscrever na plataforma?

    Jihad Amine

    ResponderExcluir
  3. Olá, Jihad! Então, o seu representante legal pode ser qualquer pessoa. Até mesmo um amigo. Mas seja ele quem for, tem que ter um Currículo Lattes. Se seu representante será seu pai e ele n tem um currículo na Plataforma Lattes, você terá que fazer um para ele. :)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...